Abdominoplastia

Abdominoplastia

A cirurgia plástica do abdômen é um procedimento corretivo da parede abdominal, que repara esta região funcional e esteticamente, conforme a anormalidade apresentada pelo paciente. O procedimento, indicado para casos onde ocorreu grande eliminação de peso ou por gestações que geraram excesso de tecido, tem como objetivo remover o excesso de pele e gordura, além de restaurar a musculatura da região e proporcionar ao paciente uma melhoria no contorno total de seu abdômen.

Esta cirurgia não é um procedimento indicado para eliminar estrias, ainda que estas estejam passíveis de remoção se localizadas na linha inferior ao umbigo.

Termo de Consentimento

ATENÇÃO: As minutas disponibilizadas têm finalidade exclusivamente informativa e objetivam oferecer ao membro ou usuário uma visão prática a respeito do assunto. Não há qualquer vinculação ou obrigatoriedade de uso das mesmas por parte dos membros ou usuários. Fica estabelecido que a utilização de seu conteúdo, de forma expressa, é de responsabilidade do médico, membro ou usuário, que deve avaliar cada caso concreto antes de submeter o paciente à assinatura de qualquer termo ou documento. A SBCP recomenda que em caso de dúvida seja consultado um profissional especializado para elaboração de termos e documentos levando-se em consideração as peculiaridades de cada caso.

Informações Importantes sobre os Termos de Consentimento

• O médico tem o dever de informar ao paciente sobre os riscos do ato médico, dos procedimentos e das conseqüências dos medicamentos que forem prescritos.

• O termo de consentimento livre e esclarecido tem como finalidade formalizar ou documentar o médico e o paciente sobre as conseqüências e os riscos do ato médico. Pode ser realizado verbalmente, transcrito no prontuário ou simplificado a termo em um documento.

• O termo não pode ser imposto, não exclui nenhuma responsabilidade do médico e não tem valor para evitar possível pedido de indenização futura. Deve ser apresentado em linguagem acessível e simples e, após o entendimento, pode ser assinado pelo paciente e pelo médico, se a opção for pelo documento escrito.

• Não existe modelo de termo de consentimento.

• O Poder Judiciário, os órgãos de defesa dos consumidores (PROCON e IDEC) e o Ministério Público, têm condenado o uso de “modelos” de termos de consentimento argumentando que em muitos casos o teor do termo de consentimento aplicado a um determinado paciente pode nada ter a ver ao aplicado a um outro caso, com nuances e atividades médicas completamente diferentes. Nesse caso, os vícios do documento (omissões ou informações inverídicas) podem comprometer a boa-fé do profissional que, sem saber, pode estar sendo negligente no que toca a este procedimento ético.

• Esta despretensiosa mensagem foi elaborada com intuito de informa-lo(a) a respeito da ABDOMINOPLASTIA. Através do Site da SOCIEDADE BRASILEIRA DE CIRURGIA PLÁSTICA na INTERNET (cirurgiaplastica.org.br) , você poderá obter maiores esclarecimentos, se assim o desejar.